O dia de hoje é um marco importante para o Veeam Availability Suite v8 (uma combinação do Veeam Backup & Replication e Veeam ONE), pois o Update 2 está disponível. Ambos os produtos foram atualizados, e vou apresentar neste blog o que você precisa saber sobre os recursos mais importantes: SUPORTE COMPLETO ao vSphere 6, atualizações do Veeam ONE e suporte ao Veeam Endpoint Backup FREE.

A Veeam suporta TOTALMENTE o vShpere 6!

Na última vez em que escrevi que o suporte ao vSphere 6 estava próximo, queríamos comunicar de forma proativa que estávamos próximos de fornecer o suporte ao produto em nossa plataforma. A partir daquele momento, nosso QC tem estado muito ocupado executando nosso stress test estendido na nova versão com o código do vSphere 6 RTM – e hoje estamos finalmente liberando o Update 2.

Como sempre, não nos contentamos com a compatibilidade básica e estamos fornecendo suporte COMPLETO ao vSphere 6 com os seguintes recursos e melhorias, a maioria dos quais não está disponível em outros fornecedores:

  • Suporte para VMware Virtual Volumes (VVols) e VMware Virtual SAN 2.0
  • Backup e restauração de políticas de Storage Policy-Based Management (SPBM)
  • Backup e replicação de VMs Fault Tolerant (FT)
  • Integração com vSphere 6 tags
  • Percepção Cross-vCenter VMotion
  • Migração rápida para VVols
  • Transporte Hot-Add para discos virtuais SATA

Vamos olhar cada um deles mais detalhadamente. Ainda que o suporte a VVols, VMware Virtual SAN 2.0 e modo de transporte Hot-Add para discos virtuais SATA possa ser implementado facilmente usando a nova versão do Virtual Disk Development Kit (VDDK), ainda é importante notar que nosso suporte a Virtual SAN continua muito avançado em comparação a outras soluções disponíveis no mercado, como descreve o Luca. Tenha em mente que este modo inteligente de processamento fornece a tecnologia de disponibilidade mais eficiente para qualquer solução EVO:RAIL e EVO:RACK, pois são construídos a partir do VMware Virtual SAN. Basta colocar um Veeam proxy virtual em cada host.

Se você está investindo nestas próximas gerações de tecnologias de storage da VMware, então você já sabe que Storage Policy-Based Management (SPBM) é a forma correta de gerenciar os requisitos de VM storage no vSphere a partir de agora. Com nosso suporte de backup e restauração de políticas de VM, conseguimos restaurar associações de políticas de VM Storage sobre a recuperação completa de uma VM. Isto elimina processos manuais, que impactam diretamente o tempo de recuperação. É importante restaurar políticas de SPBM porque VMs “sem políticas” podem impactar a disponibilidade da VM restaurada ou de outras VMs que compartilhem o mesmo storage.  Por padrão, nós vamos restaurar as mesmas políticas que a VM tinha antes - e claro que você pode escolher a política desejada para o caso de restauração para um local diferente do original:

blog-4-xx-2015-FigX.jpg

A restauração de Storage Policy-Based Management garante que a VM restaurada tenha a mesma política, ou uma nova, que tinha antes do backup.

 

A parte que eu acho mais interessante do nosso suporte ao vSphere 6 é que agora podemos fazer backup de Fault Tolerant VMs com o Veeam Backup & Replication. Dentre várias outras melhorias para a tolerância a falhas, o vSphere 6 inclui a habilidade de fazer snapshot de Fault Tolerant VMs através de APIs (na verdade esta é a única forma que se pode criar um snapshot neste tipo de VM). E graças a isso, Veeam Backup & Replication pode finalmente fazer backup e recuperação de suas Fault Tolerant VMs – como qualquer outra VM. Esse recurso, juntamente com outras melhorias de tolerância a falhas no vSphere 6 removem as últimas barreiras ao uso de soluções de tolerância a falhas em seu data center, fornecendo a mais recente tecnologia de disponibilidade para seu data center moderno.

O vSphere 6 também oferece novas APIs para acesso e gerenciamento através de programas aos vSphere tags. Tags são uma forma excelente de configurar políticas de backup quando a infraestrutura é heterogênea e combinada para otimização de recursos. Nós já tínhamos o suporte para tags no vSphere 5 (e claro que o Luca já tinha divulgado isso também) e com nosso suporte aos tags no vSphere 6, você pode continuar construindo políticas avançadas de backup usando este framework flexível e centrado na infraestrutura mesmo depois que você fizer o upgrade.

Outro recurso importante no vSphere 6 para o qual temos suporte agora é o cross-vCenter vMotion. Apesar do Veeam Backup & Replication fornecer proteção de VMs através de múltiplos sistemas de vCenter Server há muitos anos (até onde eu consigo me lembrar), o problema que este novo recurso da VMware traz é que os jobs “perdem" VMs adicionadas explicitamente, após elas terem sido movidas para outro vCenter, onde seu "unique object ID (moRef) " será alterado. Com o suporte adicional ao cross-vCenter vMotion no nosso recurso de Quick Migration, quando for feita uma migração de uma VM para outro vCenter Server, a entrada associada a ela nos jobs de backup e replicação serão atualizados automaticamente, de forma que os requisitos de continuidade continuem sendo atendidos.

O ultimo recurso de suporte ao vSphere 6 que quero abordar é a habilidade de executar tarefas do Quick Migration em um VVol. Quick Migration ainda é parte do Veeam Backup Free Edition, e é uma forma fácil de mover VMs quando não for possível o vMotion (como por exemplo, quando a rede não é confiável ou é muito lenta, ou em cenários onde o vMotion não seja suportado, ou ainda pela simples falta de uma licença correspondente de VMware). Este recurso pode ajudar a fazer migrações completas para novos clusters construídos com os recentes recursos do vSphere 6 e não carregar eventuais problemas de projeto existentes nos clusters anteriores.

Para nós, o suporte completo ao vSphere 6 representa o aproveitamento completo de todos os seus novos recursos, e a garantia de que nossos clientes podem rodar as tecnologias mais recentes da VMware em seus data centers com os níveis de disponibilidade necessários. Você pode estar se perguntando por que nós nunca corremos para anunciar suporte a novas tecnologias, pelo contrário, levarmos algumas semanas a mais fazendo testes estendidos do código pré-release sobre o código final? A resposta é simples: fazemos isso por que estamos falando de backup (e a proteção e disponibilidade de seus dados) e não podemos nos apressar em relação a isso. Reduzir o tempo de liberação só traria riscos adicionais. Este tópico do Fórum explica um pouco mais sobre o que está por trás deste processo. Se você está lendo as consolidações semanais dos Fóruns da Veeam, ou se você segue o Gostev no Twitter, você provavelmente o viu mencionar que encontramos um grande bug no transporte de acesso Direct SAN com o vSphere 6:

blog-4-xx-2015-FigA.jpg

Gostev descreve o que aconteceu.

 

Cada major release de vSphere traz muitas mudanças quando comparado com as releases anteriores e é por isto que queremos investir tempo para testar a confiabilidade das novas versões de cada componente atualizado do vSphere, e como eles interagem com nossa solução. Por essa razão, e já há muitos anos, temos sido muito consistentes com o tempo necessário para liberar o suporte às novas versões do vSphere (aproximadamente 6 semanas a partir da liberação para o público, em média). E isso frequentemente tem feito uma grande diferença! Se olharmos a versão atual do release notes do VDDK para vSphere 6, veremos que a situação que o Anton mencionou acima foi adicionada como o principal problema conhecido, porque pode impactar ambientes em produção! Mas não se preocupe: Nós fizemos a correção deste problema do VDDK em nosso Update 2 e vamos mantê-la até que a VMware forneça uma correção, para que os usuários da Veeam usando o transporte SAN possam ter segurança no seu upgrade para vSphere 6 (diferentemente de outros usando soluções da concorrência!)

Outra coisa que é importante notar é que ao mesmo tempo em que adicionamos o suporte ao vSphere 6, nós continuamos dando suporte às versões anteriores do vSphere, que são muito usadas e ainda são suportadas pela VMware. Desta forma, vSphere 4.0 e posteriores continuam sendo suportados no Update 2. Falando novamente dos Fóruns da Veeam; nós somos muito transparentes com nossos clientes sobre nossos planos para suportar as plataformas, assim como com os nossos planos. Você viu a pesquisa feita no fórum há algum tempo, ainda nesse ano, sobre 'em qual versão você planeja estar no final de 2015'? Essas informações vão diretamente para o time de pesquisa e desenvolvimento para ajudar a priorizar os recursos e as plataformas a serem suportadas, levando em consideração o seu feedback. E apesar da maioria das respostas (45% até o momento desse post) indicar que planeja estar usando o vSphere 6 até o final do ano de 2015, conforme apresentado abaixo – não podemos deixar a bola cair com aqueles usuários que escolheram continuar com a ultima versão “gorda” do ESX devido às suas necessidades específicas.

img_blog_3

Suporte ao Veeam Endpoint Backup FREE!

Sem dúvida, um dos produtos mais empolgantes que temos visto recentemente é o Veeam Endpoint Backup FREE. Com o Update 2, agora temos a capacidade de ver os backups de dentro da console do Veeam Backup & Replication. Adicionalmente, o que eu pessoalmente acho mais interessante, podemos colocar o backup dos endpoints em repositórios Veeam. Isto é uma excelente notícia para empresas que têm endpoints críticos ou alguns poucos sistemas não virtualizados ainda no data center.

Esta é uma visão de um sistema de Backup & Replication v8 com Update 2 e a habilidade de permitir o backup de endpoints para um repositório.

img_blog_4

O suporte ao endpoint também inclui a exportação do conteúdo de backup de disco físico para vários formatos de discos virtuais, permitindo a recuperação de arquivos e itens de aplicações, assim como a utilização de jobs de Backup Copy e Backup to Tape para mandar os backups do endpoint para fora do data center. Todas as versões pagas do Backup & Replication serão capazes de receber backups de Endpoint com Update 2. Se você ainda não teve oportunidade de ver o Endpoint Backup Free, eu recomendo fortemente que você o faça. Backup de Endpoint deveria ser simples e GRATUITO, e o Veeam Endpoint Backup FREE não vai te desapontar.

Veeam ONE v8 Update 2

Também está disponível agora o Veeam ONE Update 2, que também traz novidades importantes. Em conversas com Vitaliy Safarov, Gerente de Produto do Veeam ONE, eu perguntei qual era seu recurso favorito nessa atualização. A escolha dele foi a possibilidade de monitorar tudo no vSphere 6, incluindo VVols. Ter visibilidade completa dos novos recursos do vSphere 6 é muito importante, pois você não pode usar uma tecnologia crítica sem ter a visibilidade completa que você precisa para suportá-la. Veeam ONE permite que você use essa nova prática de storage com a visibilidade que você precisa para garantir que não existam surpresas no caminho.

Atualize e Aproveite!

Seguem alguns recursos relacionados ao Update 2 para Veeam Backup & Replication 8.0 e Veeam ONE 8.0 Note que o melhor lugar para aprender tudo sobre ele é no VeeamON 2015 em Las Vegas, onde teremos conteúdo estendido com foco nas novas estratégias de disponibilidade, assim como profundo acesso aos novos produtos e aos atuais também. Segue uma lista com algumas informações sobre o Update 2:

Veeam Endpoint Backup FREE

Release Notes do Veeam Backup & Replication 8.0 Update 2

Release Notes do Veeam ONE 8.0 Update 2

Novidades do VMware vSphere 6: Dicas de implantação e melhores práticas de upgrade

Download Update 2 (Veeam Backup & Replication e Veeam ONE)

VeeamON 2015

GD Star Rating
loading...
Veeam Availability Suite Update 2: Suporte a vSphere 6, Endpoint e Mais!, 5.0 out of 5 based on 1 rating
Rick Vanover
Author: Rick Vanover

Posted: April 28, 2015