Armazenamento de backup é parte essencial da estratégia de disponibilidade de um data center moderno e ficamos contentes em anunciar novas opções de integração com vários sistemas diferentes de armazenamento no tão aguardado Veeam Availability Suite v9. Ter opções de integração como essas para armazenamento de backup ajudará diretamente as empresas a evitarem perda de dados. Essas integrações se aplicam a vários sistemas de armazenamento por deduplicação, simplesmente obrigatório para se lidar com a crescente quantidade de dados em vários data centers. Vamos repassar cada um desses pontos de integração desse anúncio:

Integração com o HP StoreOnce Catalyst

Os sistemas de deduplicação do HP StoreOnce se adequam muito bem a diferentes exigências de gerenciamento de dados, como arquivamento de dados, por exemplo. O HP StoreOnce é fornecido para filiais ou escritórios pequenos e remotos na forma de appliances virtuais de armazenamento, com o HP StoreOnce VSA, ou para grandes empresas na forma de appliances físicas; e é uma escolha de armazenamento muito popular entre os clientes da Veeam. Nosso suporte ao HP StoreOnce Catalyst adiciona integração nativa a esses sistemas, o que gera vários benefícios que aceleram o desempenho do backup e da restauração e reduzem o consumo da largura de banda. Para mais informações, confira aqui nossa postagem anterior no blog.

Suporte aprimorado ao EMC Data Domain

No Veeam Backup & Replication v8, a Veeam apresentou o suporte para o EMC Data Domain através do Data Domain Boost para melhorar o desempenho do backup e da restauração. O v9 leva os recursos atualizados de integração para o EMC Data Domain Boost 3.0 SDK. Isso permite suporte ao DD OS 5.6, além de suporte à deduplicação na origem e criptografia em trânsito pela WAN, para obter backups mais rápidos e seguros nos sistemas de armazenamento com deduplicação no EMC Data Domain em locais externos.

Suporte aprimorado para qualquer appliance de deduplicação

No v9 tem para todo mundo, seja para quem use um ExaGrid, appliance Quantum ou a deduplicação incorporada do Windows Server. Os seguintes novos recursos permitem inúmeros aprimoramentos em qualquer sistema de deduplicação.

Primeiro, as empresas podem realizar o máximo potencial do armazenamento com deduplicação, chegando a experimentar um desempenho até 10 vezes mais rápido no backup por meio da nova opção de cadeias de arquivos de backup por máquina virtual (VM), nas configurações de repositório de dados. Selecionando essa opção, qualquer tarefa de backup que estiver escrevendo nesse repositório armazenará cada ponto de restauração da VM em um arquivo de backup dedicado. Com o processamento paralelo ativado, é possível realizar múltiplos fluxos de escrita em uma mesma tarefa. Ativar os fluxos múltiplos melhora drasticamente o desempenho geral da tarefa de backup. Em outras palavras, a maioria dos sistemas de armazenamento de backup corporativo saturam, da perspectiva do rendimento de entrada/saída (I/O), com um único fluxo de leitura ou gravação! E não há nenhuma desvantagem porque a perda da deduplicação embutida do Veeam é compensada pela deduplicação avançada do próprio dispositivo de armazenamento. Portanto, é uma situação de ganha-ganha! O arquivo de backup por VM está representado na figura a seguir:

Backup Storage Integration coming in Veeam Availability Suite v9 - Pic 01

Além disso, podemos melhorar o desempenho da cópia local do backup e reduzir a carga no appliance de deduplicação com a nova opção para os backups completos Avô-Pai-Filho (GFS) nas tarefas de Cópia de Backup. Com essa opção ativada, a exigência de reidratação de dados é eliminada no appliance de deduplicação. Em vez disso, o ponto de restauração inteiro é copiado a partir dos arquivos-fonte de backup. Isso efetivamente transforma o trabalho de Cópia de Backup de aleatório para fluído, o que realmente amplia nosso suporte à appliance de deduplicação que serve como destino para os trabalhos de Cópia de Backup para todo e qualquer armazenamento.

Por fim, estamos acrescentando várias otimizações internas para ajudar a aprimorar o Instant VM Recovery, a execução da restauração ao nível de arquivo e item de aplicação para a maioria dos armazenamentos de duplicação. Embora continuemos recomendando para um ótimo desempenho, que se siga, sempre que possível, as referências da sua arquitetura, esses aprimoramentos serão úteis em alguns cenários de restauração. Por exemplo, restaurar de um repositório de backup externo, onde se encontra normalmente o armazenamento com deduplicação e isso traz uma melhoria perceptível da restauração. Outros tipos de restauração requerem I/O aleatório, incluindo a restauração no nível de arquivo, assim como Veeam Explorers for Active Directory, SQL Server, SharePoint, Exchange e Oracle, que também exibem uma melhora perceptível no desempenho, permitindo restaurações granulares mais rápidas do que antes.

Pessoalmente, sentimos que essas novas integrações realmente permitirão às empresas aproveitarem o máximo de seus investimentos em deduplicação. Sempre há desafios com a deduplicação quando se trata de obter o máximo desempenho acoplado às melhores taxas gerais de deduplicação, e essas novas integrações realmente ajudarão a enfrentar esses desafios. Para mais informações sobre esse recurso novo e empolgante, confira nossa pagina do Veeam Availability Suite v9.

Registre-se para o próximo webinar sobre Novas Integrações de Armazenagem no Veeam Availability Suite v9.

GD Star Rating
loading...
Veeam Availability Suite — Download de demonstrações

Rick Vanover
Author: Rick Vanover

Posted: September 17, 2015