A Microsoft tem um novo Windows Server 2016, e a Veeam tem um novo Veeam Availability Suite 9.5. As datas de liberação destes dois grandes produtos estão muito próximas para ser uma coincidência. Na verdade, eu sei que muitos dos recursos do Veeam Availability Suite 9.5 foram desenvolvidos especificamente para o Windows Server 2016. Muitos dos nossos concorrentes em Disponibilidade vão dizer que oferecem "suporte" ao Windows Server 2016, o que na maioria dos casos só significa que podem fazer backup de uma instância Windows Server 2016 se as condições forem adequadas. Na Veeam, nós não apenas suportamos o Windows Server 2016. Em vez disso, nós construímos uma profunda integração com os recursos e funções inovadoras desta recente plataforma Windows Server!  Estas são as 10 principais razões que me fazem adorar o Veeam Availability Suite 9.5 para Windows Server 2016 e Hyper-V!

#10: Suporte às aplicações data center 2016

A Veeam suporta completamente o Windows Server 2016!  Backup, replicação, monitoramento e recuperação, TODOS são os melhores da categoria! Instant VM Recovery, Instant File-Level Recovery e a capacidade de lidar com os aplicativos mais recentes baseados em bancos de dados — como o novo Microsoft Active Directory, SQL, Exchange, SharePoint e Oracle — e fazer restauração granular, TODOS são completamente suportados no Windows Server 2016. A Veeam suporta até mesmo os novos recursos como Nano Server, Storage Spaces Direct, Advanced Resilient File System (ReFs) e Resilient Change Tracking.

#9: Storage Spaces Direct

Storage Spaces Direct (S2D) é um sistema de storage definido por software com tecnologia de ponta. Ele pode ser configurado no Windows Server 2016 em cenário convergente ou hiperconvergente no hardware escolhido pelo cliente — e até mesmo em algo tão barato como JBOD. S2D pode ser usado como plataforma de storage para Hyper-V e, você adivinhou, é completamente suportado pela Veeam!

#8: Windows Server 2016, onde você quiser!

Os clientes Veeam podem implementar o Windows Server 2016 em qualquer tipo de ambiente, incluindo Hyper-V, VMware, site único, múltiplos sites, nuvem privada, nuvem híbrida e nuvem pública. Veeam Availability Suite 9.5 tem a flexibilidade de proteger implementações de Windows Server 2016 onde e da forma que quiser implementar.

#7: Alocação complete ReFS

Eu costumava criar VMs usando provisionamento reduzido porque era realmente muito rápido. O problema com provisionamento reduzido é que todas as VMs usando provisionamento reduzido num host único estavam compartilhando o mesmo subsistema de disco sem saber com quem o estavam compartilhando, ou quanto tinha sido utilizado. Os problemas surgiram quando o espaço em disco acabou e todas as VMs naquele host que tinham provisionamento reduzido pararam de funcionar ao mesmo tempo. Ouch! Com a alocação completa ReFS, você pode ter a mesma velocidade do provisionamento reduzido. Na verdade, o novo provisionamento de VM é quase instantâneo, juntamente com os benefícios de um subsistema de disco isolado. A Veeam suporta!

#6: Commit de snapshot ReFS

O ReFS usa o chamado Block Cloning API para acompanhar o conteúdo do sistema de arquivos. Quando um bloco é duplicado, em vez de gravar novamente o bloco, o sistema de arquivo simplesmente grava um apontador para o bloco original. O Block Cloning API traz algumas oportunidades interessantes com relação ao commit de snapshots, e ainda mais quando se trata de economizar espaço em disco em situações como backups sintéticos e completos. Novamente, a Veeam o suporta!

#5. Resilient Change Tracking

Você se lembra daquele recurso interessante existente em edições anteriores da Veeam editions chamado de Changed Block Tracking? A Veeam o instalou como um driver de filtro para o SO, e ele monitorava alterações no nível de bloco e as gravava em arquivos de alterações que permitiam backups incrementais rápidos. A Microsoft agora incluiu um recurso similar chamado de Resilient Change Tracking no Windows Server 2016. Isto quer dizer que não é mais necessária a instalação do driver de filtro da Veeam e, acredite, esta integração direta com o Resilient Change Tracking faz backups ainda mais rápidos com o Veeam Availability Suite 9.5.

#4: Direct Restore para Microsoft Azure

À medida que a linha divisória entre a nuvem pública e privada fica mais tênue, os clientes Veeam querem poder restaurar VMs não apenas localmente, mas também em plataformas de nuvem pública como Microsoft Azure. O Veeam Availability Suite 9.5 tem um recurso integrado que permite restaurar diretamente para Microsoft Azure. É tão simples como colocar um link de sua instância Veeam para sua conta do Microsoft Azure, e então restaurar para o Azure. A Veeam também oferece uma solução específica Veeam Cloud Connect que pode estender as soluções de arquivamento e restauração para Azure através de provedores de serviços gerenciados ou diretamente através da empresa.

#3: Nano Server

O Windows Server 2016 introduz um novo método de instalação que permite à instância do Windows Server 2016 ser completamente “headless”. Sem sobrecarga. Toda a configuração é feita através de comando PowerShell e você literalmente começa com quase nada, adicionando apenas o que precisar. Isto muda completamente as coisas quando se pensa em conservar recursos de VMs rodando no Window Server 2016. Você já adivinhou, você pode fazer o backup e recuperação com Veeam Availability Suite 9.5.

#2: PowerShell Direct

Parabéns à Microsoft por isso! No passado, se você queria administrar uma VM usando PowerShell, precisava configurar ferramentas de administração remotas e permissões, mesmo se a VM que queria administrar estivesse no mesmo host Hyper-V. Não fazia muito sentido. O PowerShell Direct agora pode ser usado para dar comandos diretamente (e por isto o nome) a partir do host para suas VMs locais. O Veeam Availability Suite 9.5 suporta PowerShell Direct e pode ser usado para dar comandos do console Veeam para as VMs locais, sem configuração de ferramentas adicionais de administração remota.

#1: Integração Avançada com ReFS!

Todos nós queremos colocar mais coisas usando menos espaço em disco. Agora, o ReFS avançado torna este conceito realidade. Você pode usar esta tecnologia fantástica para economizar de 30% a 60% em backups completos sintéticos. Este é um dos benefícios mais interessantes da utilização conjunta de Veeam e Windows Server 2016. Os resultados são excepcionais. Para mais detalhes, veja este post integração com Advanced ReFS feito no blog pelo Rick Vanover. A efetividade desta tecnologia é realmente notável. E, é claro, a Veeam suporta.

 

Estas são as 10 principais razões pelas quais eu acredito que você vai adorar o Veeam Availability Suite 9.5 for Windows Server 2016 e Hyper-V. É importante notar, contudo, que deixei fora desta lista várias tecnologias interessantes que a Veeam suporta. Se eu fosse fazer uma lista das 12 principais, eu adicionaria contêineres e suporte a instalações físicas de Windows Server 2016. Windows Server 2016 é um sistema operacional interessante e os novos recursos são nada menos que geniais. O Veeam Availability Suite 9.5 foi construído para Windows Server 2016. Se você ainda não está usando o Veeam Availability Suite 9.5, visite nosso website e faça o download da sua versão de teste GRATUITA hoje.

Recursos adicionais:

GD Star Rating
loading...

Veeam Availability Suite — Faça o download da versão de avaliação gratuita de 30 dias

FAÇA O DOWNLOAD AGORA