No mundo atual movido a data centers, estamos bem longe do simples backup legado para a proteção de dados. O novo objetivo de negócios de TI é a disponibilidade. As empresas precisam ter a capacidade de se recuperar da perda de dados, aplicações, sistemas ou local com tempo de inatividade mínimo ou zero, e isso é extremamente diferente das soluções de backup do passado.

No entanto, 84% dos tomadores de decisões de TI dizem que há uma lacuna de disponibilidade e, como resultado, seus data centers não são capazes de atender às necessidades dos usuários de uma corporação em operação ágil e constante. Saiba mais no Veeam Availability Report.

Com storage moderno, virtualização e nuvem, backup, replicação e recuperação, todos trabalham juntos. Isso dá aos gerentes de TI novos patamares de flexibilidade. A adoção de storage snapshots está crescendo nesses ambientes, além de desempenhar um papel importante na proteção de dados para pequenas e grandes empresas. Dois objetivos específicos podem ser utilizados para definir melhor a disponibilidade:

  • Recovery time objective (RTO) é a quantidade de tempo permitido para a recuperação
  • Recovery point objective (RPO) é o ponto no tempo em que a recuperação deveria trazer os negócios à ativa

Vamos entender como as tecnologias de backup e de storage snapshot funcionam juntas em operações TI para um recovery time and point objectives (RTPO) combinados, menores do que 15 minutos para todos os dados e aplicações. Essa união possibilita a agilidade e a capacidade de resposta para fornecer o que a Veeam chama de Availability for the Always-On Enterprise.

Backups

O backup é um processo que cria um estado consistente da aplicação e do sistema operacional, depois copia os dados para um local diferente por segurança. Com o backup, você tem uma cópia adicional e múltiplas versões de um arquivo, aplicação, sistema de arquivos ou outros recursos para uso em eventual falha ou perda do original.

A Veeam recomenda seguir a regra 3-2-1 para proteger seus dados e aplicações essenciais. A regra diz que você deveria ter pelo menos três cópias dos seus dados armazenados em dois tipos diferentes de mídia e com uma cópia guardada fora do seu data center primário. Quando realizadas corretamente, as operações de backup oferecem retenção de longo prazo por meses e anos com consumo de espaço e desempenho eficazes.

Storage snapshots

Snapshots são uma forma comum de proteger dados e sistemas. Minimizam tanto o tráfego de dados quanto a carga necessária para criá-los em comparação a um backup. Nos sistemas computacionais, um storage snapshot é o estado de um sistema em um ponto específico no tempo. Pense nisso como uma foto que captura um momento no tempo. Um storage snapshot é similar: é uma visão dos dados no nível da imagem em um ponto no tempo.

Um storage snapshot não consome nenhum espaço por padrão no momento da sua criação. É apenas uma cópia dos metadados, que contém as informações sobre os dados fotografados e que é usada tanto para fins de rastreamento quanto para salvar alterações baseadas no ponteiro de controle. Storage snapshots são criados instantaneamente, o que significa que ficam prontos em segundos. Por causa disso, é muito comum criar vários para reduzir os RPOs para minutos.

Uma das diferenças entre um storage snapshot e um backup é que o snapshot é armazenado no mesmo local dos dados originais. Portanto, depende completamente da confiabilidade da origem. Isso significa que, no caso de um desastre ou danos aos dados de origem, o storage snapshot seria perdido ou ficaria inacessível. Não há como restaurar se os dados de origem são perdidos. Além disso, snapshots isoladamente não possuem recursos de restauração nem têm como verificar se há dados corrompidos.

Storage snapshots e backup: Uma combinação potente

Storage snapshots reduzem consideravelmente as janelas de backup, e são particularmente úteis quando se faz várias atualizações, já que é muito fácil reverter o sistema para um snapshot.

No entanto, somente storage snapshots não são uma resposta completa para preencher a lacuna de disponibilidade. Até mesmo replicar storage snapshots para um sistema de storage secundário não evita problemas se os dados estiverem corrompidos ou se houver um erro no sistema de storage. Além disso, não há garantias de proteção contra a exclusão de um snapshot no storage primário por um administrador, o que pode causar a exclusão no storage secundário durante a próxima replicação. Adicionalmente, o número de storage snapshots que você pode criar e salvar é limitado na maioria dos casos.

A tabela seguinte ilustra como storage snapshots e backups se complementam com base em seus respectivos pontos fortes:

  Backup Snapshot
Melhor RPO
Melhor RTO
Backups consistentes ✓*
Verificação de corrupção/erros
Criação instantânea
Sem impacto na produção
Storage altamente eficiente
Cópia off-site para mídia externa  ✓
Independe da origem dos dados
Retenção de longo prazo
Elimina erros humanos  ✓

*com integrações de aplicações

A melhor abordagem de TI é usar storage snapshots e backups em conjunto para reduzir RPO e RTO para minutos em vez de horas e dias, em alguns casos até semanas.

Veeam e storage snapshots

O Veeam Availability Suite v9 aproveita as operações de storage snapshot para multiplicar o valor do seu investimento em virtualização e storage moderno baseados em:

Essas integrações orquestram snapshots consistentes com aplicações no agendamento desejado, a fim de garantir que o sistema operacional e aplicações estejam em um estado consistente antes da criação do snapshot. Isso pode ser usado para o Backup a partir de storage snapshots da Veeam para reduzir o impacto no desempenho do seu ambiente de produção e para restaurações direto dos próprios snapshots com ferramentas como o Veeam Explorer for Storage Snapshots ou recuperação instantânea da VM. O Veeam On-Demand Sandbox for Storage Snapshots também possibilita usar snapshots para criar um ambiente de Virtual Lab.

Storage snapshots possibilitam implantar proteção de dados de curto prazo com baixíssimos RPO e impacto no seu sistema de produção, o que complementa a proteção clássica de dados com uma solução como o Veeam Backup & Replication. Lembre-se que, apesar de todas as vantagens dos storage snapshots, ainda é preciso tirar seus dados de produção do domínio único de falha onde os storage snapshots operam, e gravá-los em um sistema de storage externo (independente).

Você pode usar esses backups como retenção de longo prazo para recuperação de desastres, mesmo se os dados primários forem excluídos ou se tornarem inutilizáveis. O backup pode também ser uma fonte eficiente para enviar cópias para a nuvem ou para um data center secundário para atender aos requisitos da regra 3-2-1.
The 3-2-1 Rule

A regra 3-2-1 da Veeam diz que você precisa manter três cópias dos seus dados armazenadas em dois tipos diferentes de mídia e com uma cópia localizada externamente.

Combinar o storage moderno e virtualização com backup e replicação oferece disponibilidade bem além dos recursos rudimentares de backup que tiram o sono de profissionais de TI em organizações de todos os tamanhos. Conciliar essas tecnologias ajuda enormemente a atender aos requisitos de negócios em mudança contínua presentes nos data centers modernos atuais.

Como usar snapshots e backups alterou a forma como sua equipe de TI oferece e protege os serviços que motivam seus negócios?

Informações relacionadas:

GD Star Rating
loading...
Veeam Availability Suite — Download de demonstrações

Stefan Renner
Author: Stefan Renner

Posted: July 11, 2016